domingo, 28 de agosto de 2011

Oração

Se a ansiedade  é tua amiga
Aproxima os laços dessa amizade
Oferece um bom vinho com veneno
E vê-la morrendo lentamente;
Se o ódio é teu companheiro
Agarra com força essa lealdade
Propõe a ele uma viagem diferente
E o afoga num oceano cheio de vida;
Se o vício, da sua vida, faz parte
Dá de presente a ele uma casa nova
Um lugar confortável como um ventre
Incendeia e faz o vício arder em desespero;
Se o medo anda de mãos dadas contigo
Leva-o para um salto de paraquedas
Para um beijo roubado, para combater a polícia
E quando ele chorar, empurra-o para a cova;
Se o desânimo sempre te enche de sonífero
Não durma, pois não haverá sonhos
Não seja iludido por esse trapaceiro
Vença-o correndo por toda uma orla.
Se o amor habita sua pessoa
Verifica se este amor é imaturo
Porque, se for, não é uma coisa boa
Pois faz tudo parecer alegre e vermelho;
O amor imaturo entorpece os sentidos da alma
Faz você se sentir bem enquanto te afoga na lama
Te faz sorrir enquanto te mata com calma
Te faz ver outra pessoa no reflexo do espelho;
O amor imaturo causa revoluções precipitadas
Decepções,
Animais presos em viveiros
Moças chorando na beira de uma estrada.
Mas quando o amor amadurece surge um tipo de super-homem
Alguém que guia o povo como um cão guia o cego
Alguém que não promete amor eterno à moça
Mas é fiel a este amor até o instante que o amor some.

Rívison

Nenhum comentário: